Enfim, aquela velha resolução de começo de verão ou do dia 26 de dezembro vai se concretizar: você está pensando em entrar na academia.

Sim, você está pensando mas eu já considero como certo – uma certa pressão para você parar de autossabotar e ganhar/recuperar a sua saúde e seu condicionamento físico que fazem tanta falta na correria entre trabalho, estudos e filhos (muitas já estão nessa fase).

Mas você já sabe do que vai precisar ter e fazer para começar as atividades que vão dar um gás novo ao seu corpo?

Vamos pensar em algumas dicas valiosas para você se organizar, planejar direitinho e começar com toda a força essa nova fase da sua vida!

01 – Visitar o seu cardiologista

Sim, temos de passar sempre, independente da nossa condição, por uma avaliação de um médico sobre vários aspectos da sua saúde e estilo de vida.

O cardiologista é o profissional ideal, pois ele vai fazer e pedir exames cardiovasculares, caso precise de mais informação para liberar você para a academia.

Não sofra antes, o exercício é certo, ele só precisa ver quais você estará apta a fazer sem prejudicar seu coração. Muitas pessoas passam anos sem ir a um cardiologista a acabam descobrindo problemas neste momento.

Mas vamos ignorar este fato, e que seu médico vai te dar um atestado autorizando a atividade física. E não esqueça: deixe claro para ele que atividades você fará.

02 – Pesquise a melhor academia para você

É hora de escolher a academia – e com cuidado, pois você pretende ficar nela por muito tempo.

Distância

O ideal é uma academia perto ou do seu trabalho – que não fique tarde demais para voltar para casa ou prejudique sua agenda – ou melhor, que seja perto de casa. Assim você terá pouco trabalho para cumprir o horário que escolher. Academia longe é pedir motivo para desistir. Afinal, o esforço tem de ser lá dentro e não no caminho!

Programação

Veja também a programação de cada uma e os horários do que pretende fazer – aeróbica, musculação, lutas, danças.

03 – Respeito seu fuso horário

Se você rende mais fisicamente de manhã ou à noite, o importante é escolher o horário que melhor te atende e assim você vai potencializar o esforço.

Sem dúvida, o horário noturno é normalmente o mais fácil de cumprirmos do que de manhã cedinho. Então verifique com o professor que fará seu programa de treinos como você pode lidar com isso – hábitos, algum suplemento.

04 – Fazer a avaliação física

Este item é fundamental para o sucesso dos seus treinos!

Toda academia séria exige que você faça uma entrevista com um dos professores – normalmente alguns se especializam nesta rotina – para que ele faça uma série de avaliações e defina quais exercícios você pode ou não pode fazer.

Ele vai criar um programa que vai potencializar o ganho de massa muscular, resistência, força, postura conforme suas medidas e valores atuais.

Se a academia não oferece e não exige a avaliação física: próxima!

05 – Avalie seu tênis

Um tênis para malhar deve ser muito confortável, com um solado em ótimas condições e que não fique folgado nos pés – justo o bastante para não ser lembrado a cada movimento.

Uma dica: se você não tem um tênis pronto, evite comprar os modernosos que o vendedor te oferece. Para malhar, a coisa é fácil – nem complexo/caro e nem simples/barato demais.

06 – Malhe com estilo

Hora de escolher as roupas que você via usar na malhação. E caso ainda não tenha roupas de academia feminina eu te aconselho a fazer um estoque.

Porque eles se desgastam com o tempo, por melhores que sejam, e você vai querer variar, como fazemos com as roupas de trabalho.

Aqui a receita é simples: vista-se para o seu conforto e para se sentir bonita. Existe uma variedade muito grande na moda fitness e várias peças vão se encaixar no seu corpo. Não precisa pensar nas roupas da moda, até porque as pessoas usam as mais variadas.

Escolhe o que combina contigo, e seja feliz!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *