Nossos pais, nossos avôs e até bisavôs. Que cuidaram tão bem de nós por décadas.

Muitos ainda hoje trabalham ou fazem algumas tarefas domésticas para se sentirem úteis, mas a verdade é que o peso dos muitos anos de esforços é grande e merecem dias de descanso e qualidade de vida.

Com o passar dos anos, os reflexos, a agilidade e o equilíbrio não são mais os mesmos e precisam da ajuda dos mais novos e muitos cuidados. Mas como podemos garantir qualidade e segurança para eles nos lugares onde vivem?

Afinal, a casa é o lugar onde passam a maior parte do dia, é preciso que ela não se torne um grande desafio para eles.

Conheça os cuidados especiais que devemos ter com idosos na nossa casa. E acrescente bem estar e sentimento a uma relação com pessoas que merecem todo o nosso respeito e admiração!

01 – Cuidados com a iluminação dos ambientes

Podemos dizer que é a primeira e uma das maiores preocupações que devemos ter em uma casa com pessoas idosas.

A visão já não tem a mesma performance, principalmente em ambientes com pouca iluminação. A iluminação forte demais também pode ter um efeito ruim, incomodando vistas sensíveis e cansadas.

É importante ter uma iluminação suave, que seja acolhedora, especialmente onde o idoso circula mais e em especial no banheiro e na cozinha, que são as áreas que contém os maiores riscos.

02 – Ouça bastante eles, dialogue e aceite as suas decisões

Nada pior para pessoas que foram ativas e independentes por décadas nas suas atividades do que sentirem-se sem poder de opinar sobre as suas próprias questões e até as familiares.

E nada melhor do que faze-los continuar se sentindo ativos e com voz nos assuntos familiares, com a sua larga experiência e capacidade de ouvir e buscar alternativas longe do centro do problema.

Uma postura participativa, e respeitando as decisões pessoais que não os coloquem em risco, é uma ótima forma de criar um ambiente acolhedor e criar autoestima.

03 – Atenção com a temperatura dos ambientes

As pessoas idosas tornam-se muito sensíveis ao frio com o tempo e isto precisa ser visto com atenção no uso de ar condicionado nos ambientes. O conforto térmico é muito importante para as pessoas idosas.

04 – Tenha uma ajuda profissional

Muitas pessoas moram poucas pessoas com o idoso e ficam fora de casa o dia todo. Ou precisam viajar. E imprevistos sempre acontecem, não é mesmo?

Além disto, existem as rotinas de higiene, alimentação e medicação que muitos idosos não consegue lidar sozinhos. Também um passeio para se exercitar e olhar a vida.

Nessas horas o ideal é contar com um cuidador de idosos para ajudar nessas rotinas e para que o seu idoso não fique solitário.

É pensar na qualidade de vida de quem deu a vida pela qualidade da nossa!

05 – Cuidados com pisos e disposição de móveis

As pessoas idosas já não têm o mesmo equilíbrio e reflexos e podem se machucar com facilidade em casas com pisos muito lisos e escorregadios, ambientes com pouco espaço para circular e que possam se chocar com móveis, animais e outras pessoas.

O ideal é ter espaços nem tão apertados que possam se machucar nem tão amplos que não tenham como se apoiar em objetos eventualmente. E sobre os pisos, prefira os que derrapem menos ou colocar passadeiras e tapetes finos e que fiquem presos sob móveis.

06 – Mantenha o máximo de informações sobre eles ao alcance de todos

Todas as pessoas da casa deve estar cientes das informações importantes sobre a saúde e a segurança dos idosos:

  • Quais as medicações em uso, forma de usar e prazo de cada uma;
  • Alergias e fobias conhecidas;
  • Telefone e endereço do serviço de resgate e o hospital para onde deve ser levado;
  • Cópia da carteira do plano de saúde e de documentos pessoais básicos;
  • Telefones das pessoas de contato mais rápido em caso de emergência;
  • Telefone e endereço dos amigos mais próximos dele (em caso de desparecimento).

Desta forma, todas as pessoas estarão preparadas para qualquer eventualidade.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *